Introdução

Morar sozinho tem suas vantagens e desvantagens. Entre elas, estão as refeições. Logo após sair da casa dos pais, as refeições são, muitas vezes, feitas fora de casa, em algum restaurante barato, ou alguma franquia de fast-food. Outra vezes, resumem-se a miojo, misto-quente e, quem sabe, arriscar-se com ovos mexidos ou um macarrão.

Há algum tempo, venho quebrando esse péssimo hábito. Não sem ajuda. A Lu sempre me apoiou e me dá umas dicas, quando não temos oportunidades de praticarmos juntos na cozinha. Outro apoio que peço algumas vezes é o de minha mãe.

Hoje, venho trazer a vocês a última receita que experimentei para o almoço. Ainda tenho usado a ajuda de alguns ingredientes prontos. Uma das razões é a falta de conhecimento e prática. Outra é a praticidade, principalmente quando se trata de refeição para apenas uma pessoa.

A refeição

O prato de hoje foi pequenos bifes de alcatra ao molho madeira, com champignon e batata. Você vai precisar de:

  • 4 bifes de miolo de alcatra (234g) (R$7,95);
  • molho madeira pronto (340g) (R$2,28);
  • uma batata pequena;
  • champignon (fatiado, 200g) (R$5,98) (3 colheres de sopa);
  • sal;
  • pimenta do reino (preta moída);
  • manteiga;
  • azeite.

Essa refeição serve duas pessoas. É bastante molho. Usei apenas 3 colheres de sopa do champignon, o que quer dizer que sobrou bastante. Comprei a alcatra já com um corte especial, daí o preço acima do que você pode encontrar por aí.

A Batata

Primeiro, descasquei a batata. Uma das coisas que se aprende ao cozinhar é que bons utensílios de cozinha podem ajudar muito. No caso, utilizei um ralador para descascar a batata. Foi bem rápido, e, com a prática, talvez eu aprenda a desperdiçar menos.

[[!img Error: Image::Magick is not installed]]

Jogue a batata em uma panela com água fervendo. Adicione sal e manteiga a gosto. Eu usei duas pitadas de sal e meia colher de sopa de manteiga. Parti a batata em 6 pedaços para permitir que ela ficasse sob a água, sem gastar muito.

Os bifes

Temperei os bifes com sal e pimenta do reino. Usei duas pitadas de cada lado pra cada bife. Temi que ficasse bastante apimentado, mas ficou muito a meu gosto. Recomendo que descubra o seu. Parti os 4 bifes ao meio, ficando ao final com 8 pequenos bifes.

Na frigideira, usei uma colher e meia de sopa de manteiga. Fui acrescentando os bifes um a um, chegando a ter quatro ao mesmo tempo na frigideira. Os bifes reduzem bastante em tamanho. Geralmente, prefiro virar os bifes com alguma frequência, sem deixar tostá-los. Usei um pouco de azeite sobre os bifes também.

Experimentei um deles e gostei bastante. Me surpreendi, tendo em vista os vários temperos que costumo usar em outras receitas.

O molho

O molho já veio pronto. Então, nada de mais aqui. Joguei o conteúdo inteiro da embalagem em uma panela, sem manteiga, óleo, nem nada. Em certo momento, ele chegou a expandir na panela e foi quando a tirei do fogo. É bastante molho pra receita que estamos fazendo, mas acho que isso é comum em outras receitas com molho madeira. Mas se não quiser desperdiçar, recomendo que use metade a dois terços do conteúdo da embalagem para essa receita. Ou aumente o número de bifes, batata e champignon de acordo, caso esteja cozinhando para mais pessoas.

O champignon

Usei a mesma frigideira onde havia fritado os bifes. O champignon adquiriu aquele caldo do bife e ficou ótimo. Usei 3 colheres de sopa do champignon já fatiado.

O prato final

O prato foi servido com 4 pequenos bifes, 4 a 6 colheres de sopa molho madeira, champignon, mais um pouco de molho, 3 pedaços da batata, e mais uma ou duas colheres de molho.

[[!img Error: Image::Magick is not installed]]

Fiquei bem satisfeito com um prato desses. Achei o resultado bem saboroso e é gratificante saber que você mesmo o preparou. É bem possível que eu experimente sem o molho da próxima vez.